Um actor alfacinha nascido a 13 de Janeiro

PENTAX Image

O actor José Carlos dos Santos (Lisboa/13.01.1833 – 08.02.1886/Lisboa) nasceu no dia 13 de Janeiro de há 180 anos atrás e, desde os seus 15 anos, quando Gomes de Amorim o conheceu no teatro que lhe deu a alcunha de Pitorra e assim ficou conhecido como Santos Pitorra quase como nome artístico e, essa foi também a razão pela qual a própria Câmara Municipal de Lisboa atribuiu primeiro o seu nome como Rua Actor Santos Pitorra, na nova rua de 1907 aberta entre a Avenida Ressano Garcia e a Estrada de Entrecampos (por edital de 22/04/1907). E sete anos mais tarde, por edital de 30/05/1914, determinou a edilidade que se passasse a designar Rua José Carlos dos Santos, coincidindo com uma grande homenagem nacional que lhe foi prestada nesse ano no Teatro D. Maria II, tendo até sido inaugurado no local um busto do actor, esculpido por Costa Mota.

José Carlos Santos estreou-se no palco do D. Maria em 1851, em Ghigi de Gomes de Amorim e, mudou depois, sucessivamente, para o Teatro da Rua dos Condes, o D. Fernando, o Ginásio e, o Príncipe Real, altura em que introduziu em Portugal a ópera burlesca. Acabou por voltar em 1861 ao D. Maria, e de 1870 até 1876, aí representa para representar, encena e dirige o Teatro. E mesmo depois de cegar continuou a representar e encenar, como foi o caso de O Quebra-Queixos (1883), no Príncipe Real, para além de dar aulas no Conservatório.

Viveu com a actriz Luísa Cândida, depois com a actriz Emília Letroublon e finalmente, com a actriz Amélia Vieira com quem terá dois filhos, um dos quais virá a ser o actor Carlos Santos. Foi galardoado com a Cruz de Santiago e a Comenda de Isabel a Católica, de Espanha.

Rua José carlos Santos placa

Freguesia de Alvalade – Placa Tipo II                                             (Foto: Artur Matos)

Freguesia de Alvalade

Freguesia de Alvalade

3 thoughts on “Um actor alfacinha nascido a 13 de Janeiro

  1. Pingback: Património teatral na toponímia alfacinha | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: Professores na Toponímia de Lisboa | Toponímia de Lisboa

  3. Pingback: O Dia Mundial do Teatro pelas ruas de Lisboa | Toponímia de Lisboa

Os comentários estão fechados.