O Papa português numa Avenida de Lisboa

na Freguesia de São João de Deus – futura Freguesia do Areeiro

na Freguesia de São João de Deus – futura Freguesia do Areeiro

Pedro Julião ou Pedro Hispano foi o único Papa português, no último quartel do séc. XIII e, o seu nome está desde 1948 perpetuado numa Avenida lisboeta como João XXI, numa urbanização recente e que, como outros arruamentos em seu redor, receberam topónimos que pretendiam imprimir à cidade um certo cosmopolitismo.

Pelo Edital de 29/07/1948, a Câmara Municipal de Lisboa atribuiu a Avenida João XXI, topónimo sugerido pelo Vereador Dr. Viegas da Costa em sessão de Câmara, e na mesma freguesia mais onze topónimos, todos ligados a personalidades de cariz internacional ou cidades estrangeiras e que foram a Praça Pasteur, a Rua Edison e a Rua Marconi, todas dedicadas a inventores, bem como os escritores Cervantes (espanhol), Vítor Hugo (francês), Afrânio Peixoto e João do Rio (brasileiros) e ainda, a Avenida de Madrid, a Avenida de Paris, a Praça de Londres e a Avenida Rio de Janeiro.

Pedro Julião nasceu em Lisboa, entre 1205 e 1220, filho do médico Julião Rebelo e de Teresa Gil, tornando-se ele próprio também médico e, após um pontificado de oito meses, faleceu em 20 de Maio de 1277, no palácio papal de Viterbo (Itália).

Em 1273 havia sido nomeado Arcebispo de Braga e, no ano seguinte Gregório X elevou-o a Cardeal-bispo, com o título de Tusculum Frascati, o que permitiu ao pontífice poder contar com os serviços médicos do sábio português e, em 1275, tornou-o mesmo o seu médico principal. Após a morte do Papa Adriano V, a 18 de agosto de 1276, o conclave de Viterbo elegeu Pedro Julião a 13 de setembro de 1276, com a coroação a 20 de Setembro como João XXI.

No seu papado sobressaíram as medidas para implantação da autoridade do sucessor de São Pedro por toda a Cristandade e, a instigação de uma nova cruzada, com a tentativa de levar por diante a missão encetada por Gregório X de reunir a Igreja Grega à Igreja do Ocidente e, os esforços para libertar a Terra Santa em poder dos turcos. Dante, na sua Divina Comédia, coloca a alma de João XXI no Paraíso, entre as almas que rodeiam a alma de São Boaventura, apelidando-o de “aquele que brilha em doze livros“, menção clara a doze tratados escritos pelo erudito pontífice português.

Pedro Julião que também foi conhecido como Pedro Hispano, para revelar a sua origem, para além de médico de formação era um erudito, que ensinou Medicina na Universidade de Siena entre 1246 e 1252 e que, da sua obra escrita, deixou o Thesaurus Pauperum (Tesouro dos pobres) sobre várias doenças e as suas curas, o tratado de oftalmologia De oculo ou o Tratado Summulæ Logicales.

A Avenida João XXI na Freguesia de São João de Deus – futura Freguesia do Areeiro

A Avenida João XXI na Freguesia de São João de Deus – futura Freguesia do Areeiro

Anúncios

3 thoughts on “O Papa português numa Avenida de Lisboa

  1. Pingback: O inventor da pasteurização na Praça Pasteur, no Areeiro | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: A Rua Cervantes e o Autoparque Madrid | Toponímia de Lisboa

  3. Pingback: O camoniano Afrânio Peixoto numa Praça alfacinha | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s