O “boulevard” da Avenida da Liberdade

nas Freguesias de Coração de Jesus e São José – futura Freguesia de Santo António

nas Freguesias de Coração de Jesus e São José – futura Freguesia de Santo António

A Avenida da Liberdade nasceu por iniciativa municipal, aberta e rasgada com expropriações e demolições, marcando a primeira fase do plano de extensão de Lisboa, de crescimento urbano para norte, delineado no último quartel do XIX, tomando este topónimo o lugar do Passeio Público e das Ruas Oriental e Ocidental do Passeio por deliberação camarária de 18 de agosto de 1879.

Ela foi o grande sonho de José Gregório Rosa Araújo (1840-1893), então presidente da Câmara Municipal de Lisboa e que defendia a abertura em Lisboa de um boulevard ou Avenida, o que veio a ver concretizado entre 1879 e 1886, tendo para isso de destruir o famoso Passeio Público, que era até então considerado o mais elegante jardim da cidade. A luta na Câmara foi renhida mas as obras de demolição começaram em 24 de julho de 1879 e nos últimos dias de 1882 as grades do Passeio Público começaram a ser arrancadas. O projeto desta Avenida da Liberdade, aprovado entre 1877 e 1879 pela Câmara Municipal de Lisboa, retomou propostas urbanísticas anteriores que conceberam a Avenida como prolongamento do Passeio Público, mas com limite na futura Rotunda do Marquês de Pombal.

O Passeio Público constituiu assim, a primeira pedra da Avenida da Liberdade, no sentido em que lhe apontou a direção e virá a configurar planos que são os do primeiro troço da avenida oitocentista até à Rua das Pretas. Mais tarde, a cidade verá necessidade de proceder à urbanização do vale delimitado pelas encostas de S. Pedro de Alcântara e de Santana, associado ao tema do boulevard à francesa, o referencial comum dos planos de extensão das cidades europeias de Oitocentos.

A Avenida da Liberdade, com 90 metros de largura e 1273 de comprimento, foi inaugurada em 1886, no mesmo ano em que as ruas Barata Salgueiro e Castilho foram calcetadas e iluminadas e, no dia 25 de maio desse ano foi o palco de um grande desfile com Infantaria e Cavalaria, para o futuro rei D. Carlos mostrar à sua noiva no dia do casamento.

E em 12 de abril do ano seguinte, o próprio José Gregório Rosa Araújo fica consagrado numa rua perpendicular à Avenida: a Rua Rosa Araújo. Também ainda no final desta década de 80 do século XIX, nos nºs 40 a 48 da Avenida da Liberdade foi inaugurada mais uma confeitaria do pai de Rosa Araújo, célebre pelos seus “cocós” (pastéis de ovos  e de fino folhado) e por nela se fazer ponto de encontro para políticos, atores e outros artistas.

No princípio do séc. XX, este novo boulevard que herdara algumas árvores e estatuária do Passeio Público, era já palco de passeios de domingo da burguesia lisboeta e a área escolhida para edifícios de prestigiados arquitetos. Em 1922, instalou-se o Hotel Tivoli, traçado por Norte Júnior e, dois anos depois foi a vez do Cinema Tivoli, de Raul Lino. Em 1 de julho de 1936, inaugurou-se o Hotel Vitória, da autoria de Cassiano Branco, o arquiteto do Éden Teatro. Quatro anos mais tarde, em 24 de setembro de 1940, foi o jornal Diário de Notícias que se mudou das suas instalações do Bairro Alto para o alto da Avenida da Liberdade, sob um traçado do Arqº Pardal Monteiro.

Placa tipo II

Placa tipo II

Anúncios

7 thoughts on “O “boulevard” da Avenida da Liberdade

  1. Pingback: A Rua do arqtº José Luís Monteiro da Estação do Rossio e Professor de Belas Artes | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: As Avenidas e as Alamedas | Toponímia de Lisboa

  3. Pingback: A Rua de Francisco Lourenço da Fonseca que enriqueceu no Brasil e foi vereador lisboeta | Toponímia de Lisboa

  4. Pingback: A Rua do irmão da Casa Pedreira em São Tomé que foi vereador de Lisboa | Toponímia de Lisboa

  5. Pingback: O Largo da Senhora da Anunciada que ocupou o Convento de Santo Antão | Toponímia de Lisboa

  6. Pingback: A Senhora da Glória em cinco topónimos próximos da Avenida da Liberdade | Toponímia de Lisboa

  7. Pingback: Novembro: As Ruas dos Cinemas de Lisboa – a partir de amanhã | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s