Santo António de Lisboa num Largo da Sé

Placa Tipo II

Placa Tipo II    (Foto: Artur Matos)

Este santo popular lisboeta, nascido Fernando de Bulhões na própria  zona da Sé onde está este Largo e, cuja data de morte – 13 de junho – foi mesmo instituída como o feriado municipal alfacinha tem nesta cidade 17 artérias oficiais em sua homenagem.

Para além deste Largo de denominação posterior ao Terramoto de 1755, temos 5 Ruas de Santo António sendo uma a Belém, outra à Estrela, mais a de Santo António dos Capuchos, a de Santo António da Glória e, a de Santo António da Sé. Travessas já são 6: a Travessa de Santo António (na Ameixoeira), a de Santo António a Belém, a de Santo António à Graça, a de Santo António à Junqueira, a de Santo António a Santos, e a de Santo António da Sé. São ainda dedicadas ao «mais ilustre natural da freguesia da Sé», no dizer de Appio Sottomayor na sua comunicação sobre Santo António nas II Jornadas de Toponímia de Lisboa, duas alamedas – a Alameda de Santo António dos Capuchos e a Alameda da Quinta de Santo António, derivada da designação do antigo convento do Lumiar – a Calçada de Santo António, a Rua do Vale de Santo António, a Rua do Milagre de Santo António e o Largo de Santo Antoninho.

na Freguesia da Sé – na futura Freguesia de Santa Maria Maior

Freguesia de Santa Maria Maior