Brasil e Rio de Janeiro em Lisboa

Avenida do Brasil : nas Freguesias do Campo Grande e de S. João de Brito – na futura Freguesia de Alvalade

Avenida do Brasil,  na Freguesia de Alvalade                      (Foto: José Carlos Batista)

Neste ano de Portugal no Brasil e do Brasil em Portugal, recordamos que há mais de cem anos que o Brasil e o Rio de Janeiro estão presentes na toponímia de Lisboa, concretamente desde 1910.

Logo no 1º edital de toponímia da edilidade lisboeta após a implantação da República, o de 5 de Novembro de 1910, a Rua do Rato passou a denominar-se Praça do Brasil e, a Praça do Príncipe Real passou a Praça do Rio de Janeiro, sendo que era esta cidade então a capital brasileira. Na sessão de câmara de 13 de Outubro de 1910 que deliberou estas atribuições foi mencionado que se tratava de uma «homenagem ao grande País nosso amigo e irmão e à passagem do Presidente Hermes da Fonseca, no início de Outubro, por esta capital». 

Depois, em 1948, a Comissão Consultiva Municipal de Toponímia querendo repor os topónimos antigos, voltou a atribuir o Rato, mas agora como Largo, bem como a Praça do Príncipe Real e, consequentemente teve de encontrar novas localizações para Brasil e Rio de Janeiro. Assim a Avenida Alferes Malheiro passou a denominar-se Avenida do Brasil (Edital de 23/12/1948) e, a Avenida de ligação entre a Avenida dos Estados Unidos da América e a Avenida do Brasil ficou com a designação de Avenida do Rio de Janeiro (Edital de 29/07/1948).

Refira-se ainda que após a inauguração na nova capital brasileira em 21 de Abril de 1960, a autarquia lisboeta atribuiu a  Avenida de Brasília, por  Edital de 20 de Julho de 1960.

Avenida Rio de Janeiro: na Freguesias de S. João de Brito – na futura Freguesia de Alvalade

Avenida Rio de Janeiro, na Freguesias de Alvalade           (Foto: José Carlos Batista)

Anúncios

12 thoughts on “Brasil e Rio de Janeiro em Lisboa

  1. Pingback: Alterações de topónimos tradicionais rejeitadas: Largo do Pote de Água, Largo da Graça e Praça do Comércio | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: Ferreira de Castro, emigrante no Brasil e autor de «A Selva», numa rua de Marvila | Toponímia de Lisboa

  3. Pingback: A Rua Cervantes e o Autoparque Madrid | Toponímia de Lisboa

  4. Pingback: A Rua dedicada ao Alferes Malheiro, do 31 de janeiro de 1891 para capitão do exército brasileiro | Toponímia de Lisboa

  5. Pingback: Venezuela, Peru e Uruguai na freguesia de Benfica | Toponímia de Lisboa

  6. Pingback: A Rua de Zelins, o autor do «Menino de engenho» | Toponímia de Lisboa

  7. Pingback: A Avenida Padre Manuel da Nóbrega nascida no 4º centenário da cidade de São Paulo | Toponímia de Lisboa

  8. Pingback: A Calçada do pai na artéria onde o filho residiu | Toponímia de Lisboa

  9. Pingback: O camoniano Afrânio Peixoto numa Praça alfacinha | Toponímia de Lisboa

  10. Pingback: Roteiro ibero-americano da toponímia de Lisboa | Toponímia de Lisboa

  11. Pingback: A Avenida de Roma que alimentou três cinemas | Toponímia de Lisboa

  12. Pingback: A Avenida Álvares Cabral do Liceu Pedro Nunes | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s