A Rua Maria Lamas no 120º aniversário da escritora

Placa Tipo II

Placa Tipo II

No próximo domingo, dia 6, completa-se o 120º aniversário de Maria Lamas, personalidade fixada numa rua de Benfica logo no ano seguinte ao da sua morte.

Foi por proposta aprovada por unanimidade em reunião camarária, seguida da publicação do respectivo Edital de 28/02/1984, que foi inscrito na toponímia de Lisboa o nome de Maria Lamas ao arruamento constituído pela Rua C do Bairro das Pedralvas e parte da Via Envolvente da Urbanização da Quinta de Nossa Senhora do Cabo (compreendido entre a referida Rua C e a Calçada do Tojal), que também aí colocou outro escritor falecido no mês anterior, Ary dos Santos, no troço norte da Via Envolvente da Urbanização da Quinta de Nossa Senhora do Cabo que, partindo da Rua C do Bairro das Pedralvas, segue para Norte e termina na Calçada do Tojal.

Maria da Conceição Vassalo e Silva da Cunha Lamas (Torres Novas/06.10.1893 – 1983/Lisboa) foi uma escritora, jornalista, fotógrafa e activista dos direitos das mulheres. Publicou a sua primeira obra em 1923 – o livro de versos «Humildes» – e dedicou-se à literatura infantil e ao romance, por vezes usando também o pseudónimo literário de Rosa Silvestre. Como jornalista dirigiu as páginas infantis dos diários «A Voz» e «Correio da Manhã», foi directora das revistas «Modas e Bordados» – foi afastada em 1947 acusada de ser um membro activo do Conselho Nacional das Mulheres Portuguesas- e «Mulheres» (de 1975 até à sua morte). Fez ainda tradução e, recentemente consideraram-na uma repórter fotográfica pioneira pelo livro  “As Mulheres do Meu País” (1948-50), um único grande livro editado em 15 fascículos ao longo de menos de dois anos.

Maria Lamas participou em diversos congressos feministas internacionais e foi eleita para o Conselho Mundial da Paz (1954), o que lhe valeu por três vezes o exílio em Paris. Foi ainda dirigente do Comité Português para a Paz e Cooperação, presidente de honra do Movimento Democrático das Mulheres e directora honorária da revista «Modas e Bordados» até à extinção de «O Século».

Freguesia de Benfica

Freguesia de Benfica