João Pereira da Rosa a correr para O Século

Freguesia da Misericórdia

Freguesia da Misericórdia

Esta artéria que corre para a Rua de O Século em homenagem a João Pereira da Rosa perpetua aquele que durante 36 anos foi  director desse jornal, com a legenda «Jornalista/1885 – 1962».

Logo no mês seguinte ao falecimento de João Pereira da Rosa, deliberou a Câmara na sua reunião de 13/04/1962, que o seu nome fosse dado a um arruamento de Lisboa, o que se concretizou no ano seguinte através da publicação do Edital de 26/01/1963, sendo o nome de João Pereira da Rosa dado à Calçada dos Caetanos, via que antes do Edital de 08/06/1889 era a Calçada Nova dos Caetanos.

A Acta nº 82 da Comissão Municipal de Toponímia, referente à reunião de 18 de Janeiro de 1963 refere a este propósito o seguinte: «Processo nº 9125/62. Intervenção do excelentíssimo senhor vereador Casal-Ribeiro, em reunião de 13 de Abril do ano findo, sugerindo que seja perpetuada a memória do jornalista João Pereira da Rosa numa das ruas da capital. A Comissão depois de várias considerações e dado que existem duas artérias com o mesmo nome Calçada e Rua dos Caetanos emitiu o parecer de que aquela calçada passe a denominar-se Rua João Pereira da Rosa, ficando, assim, o seu nome consagrado junto do Jornal “O Século” de que foi ilustre director.»

João Pereira da Rosa (Évora/26.09.1885 – 24.03.1962/Lisboa) trabalhou desde os 13 anos de idade no jornal O Século, como empregado administrativo e, alguns anos depois como inspector-geral das oficinas do jornal. Mais tarde foi sub-director e, a partir de 9 de Junho de 1926 foi o  director, vindo ainda mais tarde a ser o proprietário deste órgão de comunicação social. Na sua direcção, fundou em 1927 a Colónia Balnear Infantil de O Século que em 1959 lhe valeu a Grã-Cruz da Ordem da Benemerência. Por sua expressa vontade, o seu funeral saiu da Sala dos Azulejos do jornal que dirigiu.

Refira-se ainda que João Pereira da Rosa foi vereador da Câmara Municipal de Lisboa na Comissão Administrativa de 1918 e procurador à Câmara Corporativa na sua 1ª legislatura. E que se igual forma, ao longo da sua vida se empenhou no desempenho de outros cargos, como director-secretário da Associação Comercial de Lisboa, fundador da União dos Interesses Económicos (1924), presidente do Grémio da Imprensa Diária (1936-1941), 1º presidente da direcção da Caixa de Reforma dos Jornalistas, presidente da Assembleia-Geral do Ateneu Comercial de Lisboa, director do Automóvel Clube de Portugal e, sócio honorário dos Inválidos do Comércio.

Placa Tipo II

Placa Tipo II

Anúncios

4 thoughts on “João Pereira da Rosa a correr para O Século

  1. Pingback: Ferreira de Castro, emigrante no Brasil e autor de «A Selva», numa rua de Marvila | Toponímia de Lisboa

  2. Não o conheci, mas teve q ser um grande ser humano pela obra q deixou. Ouvia falar dele ao meu querido Tio José Redondo Júnior.

    Gostar

  3. Pingback: A Rua de O Século de 97 anos | Toponímia de Lisboa

  4. Pingback: A Rua do Longo, Formosa e do jornal «O Século» | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s