A Rua do Electric General Edison

Thomas Edison em 1818/19

Thomas Edison em 1818-1819

Já que hoje é o Dia Mundial da Energia recordamos que Lisboa acolhe a Rua Edison, na freguesia do Areeiro, em homenagem ao inventor americano da lâmpada e dos dínamos para gerar corrente eléctrica, o qual também fundou a empresa General Electric.

A Rua Edison, que liga a Avenida de Roma à Avenida Madrid, foi atribuída pelo Edital de 29 de julho de 1948 à Rua F da Zona compreendida entre a Alameda Dom Afonso Henriques e a Linha Férrea de Cintura, e por esse mesmo Edital a Câmara Municipal de Lisboa atribuiu mais onze topónimos na então freguesia de São João de Deus, todos ligados a personalidades de cariz internacional ou, a cidades europeias e brasileiras procurando assim dar algum cosmopolitismo à capital, e neste contexto foram escolhidos os cientistas Pasteur e Marconi (em Praça e Avenida), os  escritores Cervantes e Vítor Hugo (em Ruas), os brasileiros Afrânio Peixoto e João do Rio (em Praças), o único Papa português João XXI (em Avenida) e, as cidades capitais Madrid, Paris, Rio de Janeiro (em Avenidas) e Londres (numa Praça). 

Thomas Alva Edison (Ohio/11.02.1847 – 19.09.1931/Nova Jersey) foi um inventor prolífero que registou mais de duas mil patentes – embora os inventos dos empregados da Edison General Electric também fossem registados em seu nome – sendo obra sua a lâmpada elétrica incandescente, os dínamos para gerar corrente elétrica, o gramafone, o cinematógrafo e o cinescópio, o megafone, o microfone de grânulos de carvão para o telefone, bem como o sistema automático de telegrafia.

Edison foi um dos precursores da revolução tecnológica do século XX e, a sua Edison General Electric (fundada em 1888) revelou-se uma potência económica dominando a eletricidade, fabricando todos os tipos de dispositivos elétricos, como gereadores, motores e válvulas. Durante a Primeira Guerra Mundial a empresa entrou também no campo da metalurgia naval, produzindo máquinas e novos equipamentos para navios.

Rua Edison em 1964 (Foto: Arnaldo Madureira, Arquivo Municipal de Lisboa)

Rua Edison em 1964 (Foto: Arnaldo Madureira, Arquivo Municipal de Lisboa)