Saldanha, de Belver às Avenidas Novas

Freguesia da Misericórdia

Rua Marechal Saldanha – Freguesia da Misericórdia                                                   (Foto: Rui Pereira)

João Carlos de Saldanha Oliveira e Daun , mais conhecido como Duque ou Marechal Saldanha dá nome a duas artérias de Lisboa, uma rua na freguesia da Misericórdia desde 1885 e,  uma praça nas freguesias das Avenidas Novas e de Arroios desde 1902.

A Rua Marechal Saldanha, com a legenda «1790 – 1876», foi um topónimo atribuído por edital municipal de 31 de dezembro de 1885, 9 anos após a morte do homenageado, na Rua da Cruz de Pau que por sua vez resultara da junção da Rua da Cruz de Pau e do Largo da Cruz de Pau num arruamento único pelo edital do Governo Civil de Lisboa de 1 de Setembro de 1859.

A Praça do Duque de Saldanha nasceu mais tarde, pela publicação do edital camarário de 22 de agosto de 1902, na que era a Praça Mouzinho de Albuquerque (edital de 03/09/1897)  e antes fora a Rotunda das Picoas. Foi neste arruamento que em 1889  foi erigido um monumento em sua homenagem que foi oficialmente inaugurado em 1909 pelo Rei D. Manuel II.

De seu nome completo João Carlos Gregório Domingos Vicente Francisco de Saldanha Oliveira e Daun (Lisboa/17.11.1790 – 20.11.1876/Londres), neto materno do Marquês de Pombal, foi  militar desde 1806 e político agraciado com o título de Duque em 1846, que se notabilizou no combate contra as invasões francesas (1807-1813), na Guerra contra Artigas que lhe valeu em 1821 ser nomeado capitão-general da Província do Rio Grande do Sul, bem como nas guerras liberais tendo em 1833 sido nomeado por  D. Pedro chefe do Estado-Maior do Exército. Como político desempenhou os cargos de chefe de governo nos anos de 1835, 1846-49, 1851-56 e 1870, de ministro das pastas da Guerra (1826) e dos  Negócios da Fazenda e, ainda foi Embaixador de Portugal em Londres.

Praça Duque de Saldanha - Fregeusia de Arroios e mais qqq coisa

Praça Duque de Saldanha – Freguesias das Avenidas Novas e de Arroios                              (Foto: Rui Mendes)

 

Anúncios

7 thoughts on “Saldanha, de Belver às Avenidas Novas

  1. Pingback: A Avenida da Muito Notável Vila da Praia da Vitória em 11 de agosto de 1829 | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: A Rua da Igreja paroquial de Santa Catarina do Monte Sinai em Belver | Toponímia de Lisboa

  3. Pingback: A Praça e a Rua de Dom Luís I, o rei que promulgou a abolição da pena de morte | Toponímia de Lisboa

  4. Pingback: A Rua do 2º Conde de Almoster, morto em Angola no final do séc. XIX | Toponímia de Lisboa

  5. Pingback: A Rua do político liberal Rodrigo da Fonseca | Toponímia de Lisboa

  6. Pingback: Novembro: As Ruas dos Cinemas de Lisboa – a partir de amanhã | Toponímia de Lisboa

  7. Pingback: A Rua Santos Pinto, compositor do Hino a Saldanha | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s