A Rua da Praia do Bom Sucesso

(Foto: Eduardo Portugal, Arquivo Municipal de Lisboa)

(Foto: Eduardo Portugal, s/d, Arquivo Municipal de Lisboa)

A Rua da Praia do Bom Sucesso retira o seu nome desta praia que teve o seu apogeu nos finais do séc. XIX, por sua vez derivado do Sítio do Bom Sucesso, originado pela presença próxima do Convento de Nossa Senhora do Bom Sucesso, cuja 1ª pedra foi lançada em 1645.

A Rua da Praia do Bom Sucesso nasce junto ao nº 59 da Rua Bartolomeu Dias e termina na Rua da Praia de Pedrouços.  Nesta zona ribeirinha, as praias da Torre de Belém, da Cruz da Pedra, de Pedrouços e do Bom Sucesso eram populares nos finais do século XIX e princípios do século XX, tendo depois declinado em favor de outras praias da Linha do Estoril.

O Sítio do Bom Sucesso compreendia uma área ribeirinha e outrora rural, delimitada a este pela antiga Quinta da Praia (o espaço ocupado hoje pelo Centro Cultural de Belém), a oeste pela Quinta da Princesa (por referência à irmã de D. Maria I), a norte pela antiga cerca do Mosteiro dos Jerónimos e a sul pelo Rio Tejo.

Nesta artéria funcionou uma fábrica de farinhas, o antigo Diário da Manhã e depois o Orbis, assim como a empresa Gelmar de congelação de peixe e, o Sport Bom Sucesso aqui foi fundado em 1913.

Lisboa comporta mais 4 topónimos relativos a praias fluviais alfacinhas:  o Boqueirão da Praia da Galé (Santa Maria Maior), as Escadinhas da Praia (Estrela), a Rua da Praia de Pedrouços (Belém) e ainda, a Travessa da Praia (Alcântara).

Freguesia de Belém

Freguesia de Belém

Freguesia de Belém (Planta: Sérgio Dias)

Freguesia de Belém
(Planta: Sérgio Dias)