O Largo de Carnide com pimenteiras

Em 1961 (Foto: Arnaldo Madureira, Arquivo Municipal de Lisboa)

Em 1961 (Foto: Arnaldo Madureira, Arquivo Municipal de Lisboa)

O Largo de Carnide que é hoje das Pimenteiras já foi parte da Quinta do Gaupers (ou Caupers), a qual passou a ser conhecida como Quinta das Pimenteiras quando em meados do século XIX justamente o espaço deste largo foi arborizado com pimenteiras e, assim nasceu o topónimo para a Quinta e para o Largo.

Já na Planta Topográfica de Lisboa de 1908, de Júlio Silva Pinto, aparecem referidas as seguintes denominações:  Quinta do Pregoeiro, Rua da Mestra, Rua do Machado,  Travessa do Cascão, Quinta do Gaupers, Largo da Pimenteira e Travessa do Pregoeiro.

E em 1919 a Câmara Municipal de Lisboa fixou este topónimo pelo Edital camarário de 19 de julho, bem como as denominações pelas quais já eram conhecidas as artérias próximas, a saber, a Travessa do Pregoeiro, o Largo da Praça, o Beco da Mestra, o Beco do Norte, a Rua do Machado, a Rua da Mestra, a Travessa do Cascão, a Rua do Norte e a Rua da Fonte.

A Junta de Freguesia de Carnide está sediada neste largo, no Palácio da Quinta que em 1979 foi doada à Freguesia pelo Conde de Carnide, Eng.º Street de Arriaga e Cunha.

Em 1961 (Foto: Arnaldo Madureira, Arquivo Municipal de Lisboa)

Em 1961 (Foto: Arnaldo Madureira, Arquivo Municipal de Lisboa)

Freguesia de Carnide

Freguesia de Carnide

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s