Os Brunos da Travessa

Placa Tipo  II (Foto: Sérgio Dias)

Placa Tipo II
(Foto: Sérgio Dias)

Os Brunos desta Travessa são os frades cartuxos de São Bruno que nesta zona se instalaram no século XVII.

D. Jorge de Ataíde, bispo de Viseu e capelão-mor de Filipe II empenhou-se em estabelecer em Lisboa esta ordem de São Bruno de Colónia após a sua chegada a Portugal, a Évora, em 1587. Fez a proposta ao capítulo geral e este autorizou o prior D. Luís Telmo, da Cartuxa de Évora, a aceitar umas casas na Pampulha, oferecidas pelo bispo, onde nascerá o topónimo desta Travessa. Os cartuxos de São Bruno tinham aqui uma capela e eram proprietários de umas casas.

Segundo o olisipógrafo Norberto de Araújo, antes de falecer em 1611 o influente D. Jorge de Ataíde, capelão-mor do Cardeal D. Henrique, doou aos frades brunos, que desde 1598 se haviam instalado na quinta de Laveiras, uma propriedade na antiga Rua da Palmeira, depois rua do Salitre para fazerem um hospício que ficou conhecido como Hospício do Monte Olivete.

Freguesia da Estrela

Freguesia da Estrela

Anúncios

2 thoughts on “Os Brunos da Travessa

  1. Pingback: Topónimos incomuns de Lisboa | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: As Cruzes da Toponímia de Lisboa | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s