A Rua da Igreja de Santa Maria Madalena

Rua da Madalena entre 1898 e 1908  (Foto: Arquivo Municipal de Lisboa)

Rua da Madalena entre 1898 e 1908
(Foto: Arquivo Municipal de Lisboa)

A Rua da Madalena, como o nome indica, advém da proximidade à Igreja de Santa Maria Madalena, que já existia seguramente em 1164, mandada edificar por D. Afonso Henriques junto à Cerca Moura, em terrenos onde existiu um templo romano dedicado a Cibeles, a deusa-mãe.

A Igreja da Madalena foi mandada reconstruir após um incêndio em 1363; em 1512, a Capela-Mor teve uma intervenção e, em 1600 foi parcialmente destruída por um ciclone. Após o terramoto 1755, com traçado do arquiteto João Paulo, assente sobre as bases do antigo templo, passou a ostentar um pórtico manuelino e abriu ao público em 1783, em 22 de  julho, dia da festa da padroeira. O Portal da Igreja que se julga ser oriundo da Igreja da Conceição dos Freires foi classificado como Monumento Nacional em Junho de 1910.

Segundo o olisipógrafo Luís Pastor de Macedo, esta artéria teria sido a Rua do Arco de Nª Srª da Consolação. No entanto,  Norberto Araújo considerava que esta artéria não correspondia a qualquer arruamento de antes do terramoto de 1755. Até 1841 a Rua da Madalena não possuía passeios empedrados.

Madalena Rua da

Freguesia de Santa Maria Maior

 

Freguesia de Santa Maria Maior (Planta: Sérgio Dias)

Freguesia de Santa Maria Maior
(Planta: Sérgio Dias)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s