A Rua da Quinta do Loureiro

Freguesia de Campo de Ourique (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Campo de Ourique
(Foto: Sérgio Dias)

O arruamento executado no prolongamento da Rua Costa Pimenta, no empreendimento Ceuta Norte recebeu o nome de Rua da Quinta do Loureiro, pelo Edital de 19/10/2001, para perpetuar a memória da Quinta que existiu neste local do Vale de Alcântara.

Onde antigamente eram os terrenos da Quinta do Loureiro surgiu uma nova urbanização de 14 lotes de habitação- para realojamento do Casal Ventoso- , que ficaram designados por Empreendimentos Ceuta Norte e receberam os primeiros inquilinos no mês de abril de 2001, transformando em definitivo uma zona degradada num espaço citadino com equipamentos sociais e estabelecimentos comerciais.

A Quinta do Loureiro é provavelmente do século XVII, de acordo com Luís Pastor de Macedo que refere que, em 1718, o seu proprietário António de Albuquerque Coelho de Carvalho, um fidalgo e governador colonial no Brasil e em Angola,  afirmava estar ela na posse de sua família há 80 anos conforme consta do Livro dos Prazos da Freguesia de São Pedro de Alcântara. Junto à Ribeira de Alcântara existiram várias Quintas como a dos Prazeres, a do Inferno e a do Cabrinha, sendo a Quinta do Loureiro a norte da Quinta da Horta Navia e em paralelo à Quinta dos Prazeres. O olisipógrafo Luís Pastor de Macedo também menciona que em 1819 funcionava uma fábrica de chitas na Quinta do Loureiro.

Supõe-se que a Quinta tenha sobrevivido até ao início do século XX, já que aparece referenciada na planta de 1856 de Filipe Folque e também mais tarde, numa planta de 1910. De igual forma, na Planta da Cidade de 1948, do Instituto Geográfico e Cadastral, encontramos referências toponímicas relativas à Quinta do Loureiro como o Caminho da Quinta do Loureiro e a Estrada do Loureiro. A Estrada do Loureiro começava na Rua Capitão Afonso Pala e corria em paralelo com a Rua Possidónio da Silva e a Rua Maria Pia.

Placa Tipo II (Foto: Sérgio Dias)

Placa Tipo II
(Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Campo de Ourique (Planta: Sérgio Dias)

Freguesia de Campo de Ourique
(Planta: Sérgio Dias)

Anúncios

One thought on “A Rua da Quinta do Loureiro

  1. Pingback: As Estradas e as Circulares da toponímia oficial de Lisboa | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s