Rua do Carmo

Freguesia de Santa Maria Maior (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Santa Maria Maior
(Foto: Sérgio Dias)

A Rua do Carmo nasceu do Edital municipal de 8 de junho de 1889, como novo nome da Rua Nova do Carmo, então pertença das freguesias da Conceição e do Sacramento.

Norberto de Araújo, nas suas Peregrinações em Lisboa, refere que a Rua do Carmo deve o seu nome à proximidade ao Convento de Nossa Senhora do Carmo, precisando que « (…)Rua do Carmo que principiou por se chamar Rua Nova do Carmo, artéria rasgada depois do Terramoto de 1755 na encosta conventual, e que não corresponde a qualquer serventia antes existente.»

Por seu turno,  Luís Pastor de Macedo na sua Lisboa de Lés a Lés, defende que esta artéria também teria sido a Calçada do Rubim, que viu mencionada no Almanaque de Lisboa de 1800 e acrescenta «Podemos dizer onde era: nos limites das freguesias do Sacramento e da Conceição Nova; e podemos dizer que nome tem hoje: Rua do Carmo.»

Placa Tipo III  (Foto: Sérgio Dias)

Placa Tipo III
(Foto: Sérgio Dias)

 

Freguesia de Santa Maria Maior

Freguesia de Santa Maria Maior

Anúncios