Emília Eduarda, a 1ª mulher a escrever uma peça de revista

O Grande Elias de 21.07.1904

O Grande Elias de 21.07.1904

Passou ontem o 170º aniversário de Emília Eduarda, atriz que foi a primeira mulher portuguesa a escrever uma peça de revista, e que desde o Edital de 14/05/1979 dá o seu nome à artéria da Freguesia da Penha de França que era o arruamento de ligação entre a Rua C à Rua Veríssimo Sarmento e a Rua Coronel Ferreira do Amaral.

Emília Eduarda (Lisboa/01.01.1845 – 29.02.1908/Porto) foi desde muito nova uma atriz mas a sua cultura também a fez dedicar-se à dramaturgia, à poesia e ao conto. Casou antes dos 13 anos e aos 14 frequentava um teatro de amadores, o Terpsicore, na antiga Rua da Conceição, depois Rua de Nossa Senhora da Conceição, e desde 1911 Rua Marcos Portugal. Enviuvou aos 16 anos e  foi então convidada pelo ator Taborda a estrear-se no Teatro Ginásio, o que ocorreu em Outubro de 1861. Em palco tornou-se famosa pela sua pronúncia correta e, por uma postura alegre capaz de dizer coisas divertidas e até escabrosas sem que a sua fisionomia se alterasse. Continuou a sua carreira teatral no Variedades, no Príncipe Real, no da Rua dos Condes e, finalmente no Porto, cidade onde se fixou e casou com um comerciante, trabalhando nos teatros Baquet e no Carlos Alberto.

Foi  a 1ª mulher a escrever uma revista, em 1886, intitulada Cartas na Mesa, uma revista especificamente portuense. Deixou ainda inúmeras comédias como O Sobrinho da América, O Sentinela, Tripas à revolução, a sátira em três actos O Processo de El-Rei Dinheiro, a opereta O Senhor e a Senhora Diniz ou a revista O Diabo a Quatro (1889), tendo ainda traduzido muitas outras. Emília Eduarda também escreveu Contos Simples (1895), que contou com um prefácio de D. João da Câmara, assim como poesia, sendo sua a primeira poesia que António Pedro recitou em público.

Freguesia da Penha de França

Freguesia da Penha de França

Anúncios

One thought on “Emília Eduarda, a 1ª mulher a escrever uma peça de revista

  1. Pingback: O Dia Mundial do Teatro pelas ruas de Lisboa | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s