A Rua do Cardoso do Ginásio

Freguesia de Arroios - Placa Tipo IV

Freguesia de Arroios – Placa Tipo II                                                                                 (Foto: Sérgio Dias)

Cem anos após o seu nascimento, O Cardoso do Ginásio, ator exímio em comédia, teve o seu nome perpetuado na toponímia de Lisboa, numa rua de Arroios, junto ao primeiro núcleo de topónimos de atores  na cidade ali fixado desde o ano de 1932.

Foi pelo Edital de 21/12/1960 que nasceu a Rua Actor António Cardoso,  na Rua Particular à Rua Morais Soares, com início na Rua Morais Soares e fim na Rua José Ricardo. Refira-se que esta artéria desemboca na Rua José Ricardo, também evocativa de um ator, fica nas proximidades de mais topónimos de gente do teatro, a saber, Rua Ângela Pinto, Rua Eduardo Brazão, Rua Ferreira da Silva, Rua Actor Joaquim de Almeida, Rua Joaquim Costa, Rua Lucinda Simões, Rua Rosa Damasceno, Rua Actor Vale, e justamente a zona ficou conhecida como Bairro dos Atores que assim nasceu a partir do Edital de 12 de março de 1932.

O Palco, 20 de fevereiro de 1912

O Palco, 20.02.1912

António José Ferreira Cardoso (Lisboa/05.04.1860 – 03.08.1917/Lisboa) foi um ator cómico, conhecido por O Cardoso do Ginásio, ou O Cardoso do Chiado, por ter trabalhado 34 anos no Teatro do Ginásio. Estreou-se em público ainda como amador no ano de 1878, na comédia Casamento por Anúncio, na Sociedade Guilherme Cossoul, então sediada na Rua da Oliveira ao Carmo e, foi contratado para o Teatro do Rato, onde em 1881 já estava na comédia musical Zé Povinho. Foi  no Theatro do Gymnasio, a partir de 1883 que se afirmou como um grande actor cómico, género a que o seu físico volumoso dava particular ajuda e lhe granjeou grande popularidade, em peças de Gervásio Lobato, Eduardo Schwalbach, João Bastos ou André Brun, entre outros.

Esporadicamente, também assentou arraiais no palco do Trindade, como para interpretar O Brasileiro Pancrácio (1883) e integrou algumas sociedades artísticas nas épocas de verão nos palcos do Teatro da Rua dos Condes, do Avenida e do então Dona Amélia (hoje São Luiz).

No cinema, foi o protagonista de  Chantecler Atraiçoado,  curta-metragem que em 1910 estreou o estúdio da Empreza Cinematographica Ideal.

Freguesia de Arroios (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Arroios
(Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Arroios

Freguesia de Arroios

Anúncios

3 thoughts on “A Rua do Cardoso do Ginásio

  1. Pingback: O Dia Mundial do Teatro pelas ruas de Lisboa | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: A Senhora da Boa-Hora no Bairro Alto | Toponímia de Lisboa

  3. Pingback: Novembro: As Ruas dos Cinemas de Lisboa – a partir de amanhã | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s