A Avenida da nobelizada Marie Curie

Marie Curie em 1927

Marie Curie em 1927

Marie Curie, duas vezes galardoada com o Prémio Nobel (um da Física e outro da Química) e, a primeira mulher a receber essa distinção da Academia Sueca, deu nome a uma Avenida de Lisboa como Madame Curie, no ano de 1932.

Pelo Edital de 12 de março de 1932, na Avenida B do projeto aprovado em sessão de câmara de 15 de maio de 1930, nasceu a Avenida Madame Curie, isto é, no mesmo ano em que a homenageada fundou o Instituto do Rádio de Paris.

Marie Sklodowska Curie (Polónia-Varsóvia/07.11.1867- 04.07.1934/Seaux-França) foi uma cientista polaca, naturalizada francesa pelo seu casamento com Pierre Curie, em 1895. Havia ido para Paris em 1891, para conseguir estudar na universidade e, com o seu marido e Henri Becquerel descobriu os elementos radioativos do rádio e do polónio (nome que ela deu em homenagem ao seu país de origem), e  que valeu aos três o Prémio Nobel da Física, em 1903 e, a tornou a 1ª mulher a receber um Nobel. E passados 7 anos, em 1911, Marie Curie recebeu também o Prémio Nobel da Química, pela obtenção do rádio em estado puro.

Marie Curie que se doutorou  na Sorbonne em 1903, e foi assim  a 1ª mulher a receber tal título nesta universidade parisiense, foi também a primeira  a leccionar nela, ao suceder ao seu marido na cadeira de Física Geral, após a morte deste em 1906. Refira-se que o Cúrio, o elemento 96 da tabela periódica, foi  assim batizado em honra do casal Curie. Marie Curie ainda fundou e dirigiu o Instituto do Rádio de Paris e, o seu livro Radioactivité, escrito ao longo de vários anos e publicado a título póstumo, foi considerado basilar nos estudos relacionados com a Radioatividade clássica. Marie Curie foi ainda a 1ª mulher a ter os  seus restos mortais no Panteão de Paris, no ano de 1995.

A sua filha Irène, com o seu marido Frédéric Joliot, receberam também o Prémio Nobel da Química, pela obtenção de novos elementos radioativos, em 1935.

(Foto: Artur Inácio Bastos, 1961, Arquivo Municipal de Lisboa)

(Foto: Artur Inácio Bastos, 1961, Arquivo Municipal de Lisboa)

Freguesia de São Domingos de Benfica

Freguesia de São Domingos de Benfica

Anúncios

2 thoughts on “A Avenida da nobelizada Marie Curie

  1. Pingback: A Rua da primeira catedrática de Química, Branca Edmée Marques | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: Um estrangeiro por freguesia na Toponímia de Lisboa | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s