Que Pimenta deu nome ao Pátio?

Freguesia da Misericórdia (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia da Misericórdia
(Foto: Sérgio Dias)

Os nºs 30 – 32 do Pátio do Pimenta foram a morada da Revista Contemporânea, periódico em que Ramalho Ortigão colaborou.

Sumario_N.º specimen, [1915] ContemporaneaO Pátio do Pimenta localiza-se entre os nºs 11 e 15 da Rua do Ataíde e já era mencionado em 1856 no Atlas da Carta Topográfica de Lisboa de Filipe Folque. É um dos 17 Pátios lisboetas cujo topónimo é oficial. Este Pátio construído em pedra e tijolo e com uma entrada de características nobres, data de cerca de 1780  o que revela uma pré-existente ocupação do local por uma casa nobre. O arruamento apresenta ainda um edifício do séc. XIX de um só piso.

Sobre a origem do topónimo podemos supor que derive do nome de um morador ou proprietário no local, já que, por exemplo, existe um requerimento de 1890, de uma Carolina Amélia Pimenta solicitando a aprovação de um projeto de alterações no prédio com a numeração de polícia nº26/27 do Pátio do Pimenta. Pouca mais informação se encontra sobre este arruamento, salvo um contrato de prestação de serviços entre a CML e Manuel Croft de Moura para a iluminação e limpeza desta rua, datado de 26 de março de 1909.

Freguesia da Misericórdia

Freguesia da Misericórdia

 

Anúncios

One thought on “Que Pimenta deu nome ao Pátio?

  1. Pingback: Os Pátios da toponímia oficial de Lisboa | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s