A Rua do professor de piano Alexandre Rey Colaço

Freguesia de Alvalade (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Alvalade
(Foto: Sérgio Dias)

Alexandre Rey Colaço foi um compositor e professor de piano que pelo Edital de 14/06/1950 veio a dar o seu nome à Rua 35 do Sítio de Alvalade.

Nas ruas circundantes  a toponímia passou também pelos nomes dos compositores Viana da Mota, Duarte Lobo, Carlos Seixas, Domingos Bontempo, bem como do Mestre da Capela Real Filipe Magalhães, do compositor carmelita Frei Manuel Cardoso e do compositor do Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra, Dom Pedro de Cristo.

Alexandre Jorge Maria Idalécio Raimundo Rey Colaço (Tânger/30.04.1854 – 11.09.1928/Lisboa), filho de um francês e de uma espanhola, dedicou-se à música como sua profissão. Estudou piano no Conservatório de Madrid e deu o seu primeiro concerto em Lisboa no ano de 1881, o que lhe valeu uma viagem para Paris oferecida por Pedro Eugénio Daupias para continuar a estudar.  Daí seguiu para continuar os estudos na Academia Superior de  Música de Berlim, onde pela primeira vez foi professor de piano. Regressado a Portugal em 1887, tornou-se cidadão português e foi por largos anos professor no Conservatório de Música de Lisboa.

Compôs para piano as peças Fados, Bailarico, Jales, Malagueña, Jota, Pequenas Peças, e para piano e voz, as Cantigas de Portugal, 15 canções com a voz da sua filha Maria, sendo os seus trabalhos dos primeiros a incorporar temas populares portugueses na música para piano.

Alexandre Rey Colaço também escreveu o livro De Música, publicado em Lisboa em 1923, sobre a sua experiência e reflexões musicais para além de se encontrarem colaborações suas na Revista do Conservatório Real de Lisboa e na Atlântida. Inédito até 2004 ficou o seu Memórias Tangerinas, escrito em 1921.

Em Lisboa, viveu no nº 28 da Rua Ribeiro Sanches e, com Alice Schmidt Constant Lafourcade, foi pai de Amélia Rey Colaço, da ilustradora Alice Rey Colaço e de mais duas filhas, Jeanne e Maria.

Alexandre Rey Colaço e o seu cão Driss na casa do Monte Estoril , em 1902 (Foto: Arquivo Municipal de Lisboa)

Alexandre Rey Colaço e o seu cão Driss na casa do Monte Estoril , em 1902
(Foto: Arquivo Municipal de Lisboa)

Freguesia de Alvalade (Mapa: Sérgio Dias)

Freguesia de Alvalade
(Mapa: Sérgio Dias)

Anúncios

3 thoughts on “A Rua do professor de piano Alexandre Rey Colaço

  1. Pingback: A Rua Francisco Baía que foi de Alvalade para São Domingos de Benfica | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: Numa Rua de Alvalade, Domingos Bomtempo, responsável do primeiro Conservatório de Música lisboeta | Toponímia de Lisboa

  3. Pingback: Música na Toponímia de Lisboa | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s