A Rua do professor do Liceu Francês Rui Grácio

Freguesia de Marvila (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Marvila
(Foto: Sérgio Dias)

O professor do Liceu Francês e renovador dos métodos de ensino no ensino secundário, Rui Grácio, dá nome a um arruamento de Marvila, da Zona N 1 de Chelas, que estabelece a ligação entre a Rua Pedro Cruz e a Rua Luísa Neto Jorge, desde a publicação do Edital municipal de 12/11/1991, com a legenda «Investigador e Pedagogo/1921 – 1991».

Placa Tipo IV - Freguesia de Marvila (Foto: Sérgio Dias)

Placa Tipo IV – Freguesia de Marvila
(Foto: Sérgio Dias)

Rui dos Santos Grácio (Moçambique-Maputo/01.08.1921 – 30.03.1991/Lisboa), licenciado em Ciências Histórico-Filosóficas pela Universidade de Lisboa, deu como professor  um tributo  importante para a renovação do ensino da filosofia em Portugal, assim como desenvolveu estudos de psicopedagogia escolar da língua materna e da metodologia de ensino da matemática elementar. Desde 1947 e durante 25 anos foi professor do Liceu Francês em Lisboa (Lycée Français Charles Lepierre).

Em paralelo, a partir de 1963, desenvolveu investigação científica através da Fundação Calouste Gulbenkian, instituição onde dirigiu o departamento de pedagogia do Centro de Investigação Pedagógica, onde promoveu ações de formação destinadas a docentes, algo bastante inovador para a época. Deixou ainda vasta obra publicada nesta área, para além das conferências, colóquios e seminários que organizou e trouxeram a Portugal conhecidos investigadores e especialistas em educação.

Cidadão empenhado politicamente, Rui Grácio foi um dos fundadores do Partido Socialista em 1973 e desenvolveu acções de intervenção no  sindicalismo docente, no âmbito do Sindicato dos Professores do Ensino  Particular, o único existente antes do 25 de Abril, e após a Revolução dos Cravos, exerceu funções governativas, como Secretário de Estado da Orientação Pedagógica no III Governo Provisório presidido por Vasco Gonçalves (de 30 de setembro de 1974 a 26 de março de 1975), e nesse período operacionalizou políticas inovadoras, entre as quais a reforma da orientação dos estágios pedagógicos, a gestão colegial das escolas e a criação de área curricular de educação cívica.

Foi galardoado como Grande-Oficial da Ordem da Instrução Pública (1991) e  Grande-Oficial da Ordem da Liberdade (2001).

Freguesia de Marvila (Planta: Sérgio Dias)

Freguesia de Marvila
(Planta: Sérgio Dias)

Anúncios

One thought on “A Rua do professor do Liceu Francês Rui Grácio

  1. Pingback: A Rua do Prof. Dias Amado que reanima a Liga Portuguesa dos Direitos do Homem | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s