A Rua Engº Nobre Guedes do Comité Olímpico

Freguesia de Benfica (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Benfica
(Foto: Sérgio Dias)

Cerca de 7 meses após o seu falecimento, o Engº Nobre Guedes, representante do Comité Olímpico Português, bem como o primeiro comissário nacional da Mocidade Portuguesa, deu o seu nome à Rua A à Rua da Casquilha através da publicação do Edital municipal de 20 de maio de 1970, por sugestão de José Nobre Guedes.

Diário de Notícias, 28.10. 1969

Diário de Notícias, 28.10. 1969

Francisco José Nobre Guedes (Beja/12.02.1893 – 27.10.1969/Lisboa) , formou-se em Engenharia de Máquinas no Instituto Superior Técnico em 1917/18, já que em 1916 foi alistado no Regimento de Infantaria n.º 2  acabando por em  1917 integrar o Corpo de Artilharia Pesada que embarcou para França em outubro de 1917 e de onde regressou logo em dezembro por motivos de saúde .

Nobre Guedes foi uma figura muito conhecida nos meios desportivos enquanto membro do Comité Olímpico Português desde 1918, de que foi Secretário-Geral (1947-1954), Vice-presidente (1954-1957), Presidente (1957-1968) e Presidente de honra (1969). Enquanto desportista praticou boxe, esgrima, futebol e atletismo, onde se destacou como campeão universitário, recordista e campeão nacional do salto em altura sem balanço. Foi ainda membro do júri das provas de atletismo nos Jogos de Amesterdão (1928). Ocupou também lugares dirigentes  no Clube Internacional de Futebol (CIF) bem como nas Federações Portuguesas de Atletismo, de Boxe e na União do Pentatlo Moderno, das quais foi presidente.

Enquanto engenheiro trabalhou na Empresa Eletro-Cerâmica, na Fábrica de Material de Guerra de Braço de Prata e na Bateria de Artilharia da Parede, para além de ter sido administrador da Companhia Agrícola do Carregal.

A partir de 1926, o Engº Nobre Guedes empenhou-se afincadamente na política, através da administração pública, da Mocidade Portuguesa, enquanto deputado e embaixador. Começou por ser chefe de gabinete do Ministro do Comércio, Diretor-geral do ensino técnico (1929), secretário-geral do Ministério da Educação Nacional (1937) e foi ainda vogal do Instituto para a Alta Cultura. Depois, foi o Presidente da Comissão Executiva da União Nacional (1936-1938) e o 1.º Comissário Nacional da Mocidade Portuguesa (1936-1940), assim como deputado à Assembleia Nacional nas legislaturas de 1935-1938 e de 1938-1942. Nobre Guedes desempenhou ainda as funções de embaixador em Berlim em 1940, cargo que abandonou em março do ano seguinte para fugir aos bombardeamentos aliados sobre a capital alemã.

O Engº Nobre Guedes, que residia em Lisboa na Rua de São Domingos à Lapa, 111 – 1º, foi ainda homenageado com a Medalha Olímpica Nobre Guedesum prémio atribuído anualmente desde 1951 pelo Comité Olímpico de Portugal (COP), para distinguir os desportistas portugueses que mais se destacaram pelos seus resultados.

Freguesia de Benfica (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Benfica
(Foto: Sérgio Dias)

Anúncios

One thought on “A Rua Engº Nobre Guedes do Comité Olímpico

  1. Pingback: Património Comum do Desporto na Toponímia de Lisboa: os Dirigentes Desportivos | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s