A Travessa de Estêvão Pinto da Quinta da Torre

Freguesia de Campolide (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Campolide
(Foto: Sérgio Dias)

Fernando Assis Pacheco publicou as suas 1ªs  edições de  Variações em Sousa (1987) e de A Musa Irregular (1991) na Hiena, editora distribuída pela Sodilivros cuja sede se encontra no nº 6 A da Travessa de Estêvão Pinto, em memória do proprietário da Quinta da Torre que era também guarda-jóias de D. João V.

Este arruamento que começa junto à Faculdade de Economia da Universidade Nova e finda no Beco de Estêvão Pinto já aparece mencionado na Planta Topográfica de Lisboa de 1909, de Júlio Silva Pinto e Alberto Sá Correia embora a memória toponímica seja provavelmente da época de D. João V, tanto mais que as memórias paroquiais da freguesia de São Sebastião da Pedreira em 1760 já referem a quinta de Estêvão Pinto no sítio de Campolide.

Freguesia de Campolide - Placa Tipo II (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Campolide – Placa Tipo II
(Foto: Sérgio Dias)

De acordo com Norberto de Araújo (nas suas Peregrinações em Lisboa) este topónimo preserva a memória de «Estêvão Pinto de Morais Sarmento, proprietário neste sítio de terrenos e casas no século XVIII, antes do Terramoto – a “Quinta da Tôrre”-, guarda joias de D. João V, e muito seu privado. (…) A Capela de N. Senhora da Penha, que pertencera à Casa de Estêvão Pinto, converteu-se, totalmente transformada, numa bela Igreja, inaugurada em 1884 pelo Patriarca D. José Neto.»

A Universidade Nova de Lisboa, fundada a 11 de agosto de 1973, tem hoje instalado o seu Campus de Campolide nos terrenos da Quinta da Torre onde antes, a partir de 1858, esteve sediado o famoso Colégio dos Jesuítas de Campolide, inaugurado em 28 de junho desse ano, comprado por 4 contos de réis  ao poeta e jornalista miguelista João de Lemos (1818 – 1890) e encerrado em 1910 após a vitória republicana. Consta que em setembro de 1833 D. Pedro IV terá assistido, do alto da torre que dava nome à Quinta, aos combates de Campolide entre as tropas absolutistas e os liberais. O Batalhão de Caçadores 5 esteve também aqui até ao final da década de 70 do século XX e em 1987 veio a Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa para este espaço.

Freguesia de Campolide (Planta: Sérgio Dias)

Freguesia de Campolide
(Planta: Sérgio Dias)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s