A Rua do Pacheco que foi Custódio e Brás

Freguesia do Areeiro (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia do Areeiro
(Foto: Sérgio Dias)

Por proposta do Vogal da Câmara Júlio César de Carvalho Teixeira, aprovada na sessão de câmara de 12/01/1933, foi o nome de Custódio Pacheco atribuído à Rua U do Bairro do Arco Cego, mas o Edital  de 21/01/1933 tornou-a Rua Brás Pacheco, sendo vontade manifesta da edilidade lisboeta homenagear nesta artéria Custódio Brás Pacheco, figura muito ligada ao movimento associativo desta cidade.

Pelo mesmo edital de 1933 foram atribuídos mais os seguintes topónimos no Bairro Social do Arco do Cego: Rua Bacelar e Silva (Rua B),  Rua Cardoso de Oliveira, Rua Costa Goodolfim (Rua A), Rua Desidério Beça (Rua V) , Rua Gomes da Silva (Rua D) e Rua Ladislau Piçarra (Rua C). Este Bairro Social foi construído na antiga Quinta das Cortes ao abrigo do Decreto 4137 de 25 de abril de 1918, tendo a a obra começado em 1919 mas apenas sido concluída na década de trinta, com inauguração oficial do Bairro em 10 de março de 1935.

bras pacheco

Custódio Braz Pacheco (Vila Nova de Milfontes/27.11.1828 –  dezembro de 1883/Lisboa) foi um operário da indústria tabaqueira lisboeta que enquanto tal foi fundador com Júlio Maria da Costa, Joaquim Augusto Dias, Pedro José de Carvalho, José Bento de Oliveira, Agostinho Alves de Sousa, Eusébio Luís da Paula e João António Alves do jornal A Voz do Operário, do qual foi também redator principal  tendo assinado o editorial do 1º número, em 11 de outubro de 1879. Foi a partir daqui que mais tarde, em  13 de fevereiro de 1883, nasceu a Sociedade A Voz do Operário. Brás Pacheco também colaborou com mais associações como o Centro Promotor dos Melhoramentos das Classes Laboriosas, a Associação Fraternidade Operária de José Fontana e fundou em 1863 a União Fraternal dos Operários da Fabricação dos Tabacos, da qual foi até dirigente durante alguns anos.

Considerado um elemento moderado, Brás Pacheco foi ainda, em 1878 candidato pelo Partido Republicano Federal às eleições.

Freguesia do Areeiro (Planta: Sérgio Dias)

Freguesia do Areeiro
(Planta: Sérgio Dias)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s