A Rua do investigador olisiponense Gustavo de Matos Sequeira

Freguesia de Santo António (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Santo António
(Foto: Sérgio Dias)

Gustavo de Matos Sequeira, olisipógrafo que publicou O Carmo e a Trindade, nasceu, residiu e faleceu na Rua Nova de Santo António e a esta artéria deu nome no ano seguinte ao seu falecimento, com a legenda «Olisipógrafo/1880-1962».

Do historial deste arruamento sabemos que foi por edital do Governo Civil de 05/08/1867 que a Travessa de Santo António se passou a denominar  Travessa Nova de Santo António, mas em 1885, já por edital municipal de 14 de março, tomou o nome de Rua Nova de Santo António e finalmente, o edital municipal de 22/01/1963 determinou que passasse a ser a Rua de Gustavo de Matos Sequeira.

Freguesia de Santo António - Placa Tipo II (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia de Santo António – Placa Tipo II
(Foto: Sérgio Dias)

Gustavo Adriano de Matos Sequeira (Lisboa/09.12.1880 – 21.08.1962/Lisboa) foi um alfacinha que se fez olisipógrafo e integrou a Comissão Consultiva Municipal de Toponímia, no período de 1951 a 1959, com Durval Pires de Lima, Jaime Lopes Dias e o vereador Pedro Correia Marques.

Gustavo Matos Sequeira havia frequentado a Escola Politécnica, o Instituto Industrial e o Curso Superior de Letras, enveredando por escrever  para diversos jornais e revistas,  como O Século, O Ocidente e a Ilustração Portuguesa, sobretudo nos temas de crítica de teatro, arte e arqueologia. Com Norberto de Araújo e Luís Pastor de Macedo agitou nos jornais a ideia de fundar o Grupo Amigos de Lisboa, no qual viria a exercer funções de vice-presidente, presidente e mais tarde, de diretor da revista da Associação, a Olisipo. Da sua obra publicada salienta-se os 4 volumes de  Depois do Terramoto – Subsídios para a História dos bairros Ocidentais de Lisboa  (1916- 1934), História do Trajo (1932), os 3 volumes de O Carmo e a Trindade (1939-1941) e a  História do Palácio Nacional da Ajuda (1959), para além das mais de 100 conferências que proferiu.

Matos Sequeira foi também comissário do Teatro Nacional, de 1915 até 1936, situação que o conduziu a fazer investigação histórica nesta área, tendo editado  Teatro de Outros Tempos (1933) e os 2 volumes da História do Teatro Nacional D. Maria II (1955) que lhe valeram a atribuição do Prémio Municipal Júlio de Castilho. Também avançou para a dramaturgia com as peças O Diabo Azul (1933), O Auto de S. João (1936) e a alegoria em verso Afonso Henriques (1940), bem como para adaptações radiofónicas.

Gustavo de Matos Sequeira foi ainda em 1915 chefe de gabinete do Ministro das Finanças, Engº Herculano Galhardo; organizador do Congresso da Crítica (em 1931)  e com Leitão de Barros, do Mercado do Século XVII no Largo de São Domingos (1925 e 1926 ), da reconstituição de Lisboa Antiga na cerca das Francesinhas (1927 e 1935), do Cortejo Histórico Colonial do Porto (1934) e da reconstituição duma Feira Antiga no Parque da Palhavã (1943).

Matos Sequeira pertenceu ainda à Academia das Belas-Artes de Lisboa, à Academia das Ciências de Lisboa, à Academia Portuguesa de História, à Associação dos Arqueólogos Portugueses, tendo sido agraciado com a medalha de ouro de mérito municipal,  a Ordem Militar de Santiago da Espada (1939) e a Ordem Militar de Cristo (1941).

Em 1963 (Foto: Ferreira da Cunha, Arquivo Municipal de Lisboa)

Em 1963
(Foto: Ferreira da Cunha, Arquivo Municipal de Lisboa)

 

Rua Gustavo Matos Sequeira mapa

Freguesia de Santo António (Foto: Sérgio Dias)

Anúncios

2 thoughts on “A Rua do investigador olisiponense Gustavo de Matos Sequeira

  1. Pingback: A seiscentista Rua Fresca aos Poiais de São Bento | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: A Rua Maestro Pedro de Freitas Branco na rua onde viveu | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s