O General Pereira de Eça e o Paço da Rainha

O Largo General Pereira de Eça em 1949 (Foto: Estúdio Mário Novais, Arquivo Municipal de Lisboa)

O Largo General Pereira de Eça em 1949
(Foto: Estúdio Mário Novais, Arquivo Municipal de Lisboa)

A artéria que hoje conhecemos como Paço da Rainha foi o Largo General Pereira de Eça durante cerca de 30 anos, de 1924 a 1954, homenageando o militar que era Ministro da Guerra quando eclodiu a I Guerra Mundial.

Em termos toponímicos, o Paço da Rainha remete para o Palácio da Bemposta e para a Rainha D. Catarina (? – 1705) já que esta ao enviuvar de Carlos II de Inglaterra regressou a Portugal (em 1693) e acabou por fazer casa no lugar do Campo da Bemposta, onde já habitava em 1702. A partir daí ficou conhecido como Paço da Rainha e assim se manteve até o primeiro edital de toponímia após a implantação da República, de 5 de novembro de 1910, o tornar no Largo da Escola do Exército, por aí se situar esse estabelecimento de ensino. Contudo, cerca de 12 anos mais tarde, o edital de  17/10/1924, que entre outros topónimos também atribuiu a denominação Bairro América e a dos seus arruamentos, designou-o como Largo General Pereira de Eça, topónimo que assim permaneceu perto de 32 anos até o Edital de 23/03/1954 o renomear como Paço da Rainha. Refira-se que esse mesmo Edital de 1954 transferiu o General Pereira de Eça  para um Largo do Vale Escuro mas esse arruamento nunca chegou a ser executado.

António Júlio da Costa General_Pereira_d'EçaPereira de Eça (31.03.1852 – 06.11.1917/Lisboa) foi um  oficial de  Artilharia que a 9 de fevereiro de 1914 foi nomeado Ministro da Guerra e ocupava esse cargo quando eclodiu a I Guerra Mundial. Foi defensor da participação portuguesa ao lado dos Aliados, posição que não era partilhada pela maioria governamental e o General Pereira de Eça foi exonerado em 12 de dezembro desse ano.

No entanto,  quando em fevereiro de 1915 aumentou o perigo das incursões alemãs no sul de Angola, o Governo reconheceu a conveniência de colocar um oficial general ao comando das operações militares naquela região e escolheu o General Pereira d’Eça para substituir Alves Roçadas  como governador-geral de Angola  e Norton de Matos como comandante das forças expedicionárias, tendo chegado a Luanda em 21 de março de 1915 e assim comandou as tropas portuguesas que foram enviadas para o sul de Angola como reforço após o Combate de Naulila e a revolta dos povos indígenas que se lhe seguiu. Nesta ocasião teve sob o seu comando o Batalhão de Marinha, comandado por Afonso Cerqueira, então primeiro-tenente.

Já antes desempenhara as missões de capitão numa força expedicionária nomeado por Mouzinho de Albuquerque; de governador do distrito de Lourenço Marques (1896) e participara também nos combates de Mapulanguene de 1897; bem como de chefe do estado-maior em Cabo Verde (1903). Em Portugal, combateu as incursões monárquicas após a implantação da República, nomeadamente impedindo o alastramento de rebelião em Viana do Castelo e após ser promovido a general, em 1913, dirigiu o Arsenal do Exército.

Regressado a Lisboa após a pacificação do sul de Angola, tomou posse do comando da 1ª Divisão de Exército até falecer. No seu testamento legou à Armada Portuguesa a sua espada que se encontra no Museu de Marinha e, a título póstumo, foi agraciado  com a Grã-Cruz da ordem do Império Colonial (1932) e a Marinha Portuguesa dedicou-lhe a corveta NRP General Pereira d’Eça.

 

Freguesia de Arroios - Paço da Rainha na planta dos dias de hoje (Planta: Sérgio Dias)

Freguesia de Arroios – Paço da Rainha na planta dos dias de hoje
(Planta: Sérgio Dias)

 

Anúncios

4 thoughts on “O General Pereira de Eça e o Paço da Rainha

  1. Pingback: A Rua do Convento de Santa Marta de Jesus | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: A toponímia das ruas que não o são | Toponímia de Lisboa

  3. Pingback: Lisboa do caminho, do casal, do sítio, do terreiro e do outeiro | Toponímia de Lisboa

  4. Pingback: A Rua de Lacerda e Almeida das fronteiras do Brasil e primeiras longitudes de África | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s