A Avenida Álvares Cabral do Liceu Pedro Nunes

O Liceu Pedro Nunes em 1909 (Foto: Alberto Carlos Lima, Arquivo Municipal de Lisboa)

O Liceu Pedro Nunes em 1909
(Foto: Alberto Carlos Lima, Arquivo Municipal de Lisboa)

O Liceu Pedro Nunes nasceu do traço do Arqº Miguel Ventura Terra em 1906, n’ «a Avenida que deve ligar o Largo da Estrella com o antigo Largo do Rato, hoje Praça do Brazil» com a denominação de Avenida Álvares Cabral dada pelo Edital municipal de 18/11/1910, e o Lyceu Central de Pedro Nunes abriu no dia 17 de novembro de 1911.

Miguel Ventura Terra delineou mais dois outros Liceus lisboetas, a saber, o Liceu Camões, construído entre 1907 e 1909 na Praça José Fontana, e o  Liceu  Maria Amália Vaz de Carvalho (1913) na Rua Rodrigo da Fonseca que por falta de verba durou tantos anos a ser construído  que acabou por ser concluído pelo Arqº António Couto.

Após a implantação da República em Portugal, o  1º Edital da edilidade lisboeta sobre toponímia foi em 5 de novembro de 1910, tendo sido atribuídos os topónimos Praça do Brasil ao Largo do Rato  e, Praça do Rio de Janeiro à Praça do Príncipe Real. A  circunstância de Hermes da Fonseca, Presidente da República Federativa do Brasil, tendo então o Rio de Janeiro como capital,  ter estado em Lisboa nos dias 4 e 5 de outubro, possibilitou ao Brasil a condição de ser o primeiro país a reconhecer o novo regime em Portugal. E assim ganha sentido que o 2º Edital  de toponímia da Câmara Municipal de Lisboa, datado de 18 de novembro de 1910 denomine a artéria que nascia na então Praça do Brasil com o nome do navegador português que oficialmente primeiro chegou às Terras de Vera Cruz: Pedro Álvares Cabral. Refira-se ainda que para a construção desta Avenida foi necessário demolir em 1930 o Teatro do Rato, conforme proposta aprovada por unanimidade do vereador Quirino da Fonseca na sessão de 9 de janeiro de 1930, onde se indicava que «Estando a ultimar-se a Avenida Alvares Cabral entre a Rua do Sol ao Rato e o Largo da Estrela, achando-se no leito dessa Avenida o Teatro do Rato, cuja construção a titulo precario foi autorisada em sessão de 9 de Março de 1922, tenho a honra de propôr que nos termos da clausula 2ª do respectivo contracto sejam intimados os concessionarios ou seus  representantes a demolir o referido teatro no prazo de 90 dias», bem como foram expropriados prédios da Travessa de Santa Quitéria, da Rua de São Bernardo, da Praça do Brasil e da Rua das Amoreiras.

Freguesias da Estrela e de Campo de Ourique (Foto: Sérgio Dias)

Freguesias da Estrela e de Campo de Ourique
(Foto: Sérgio Dias)

Pedro Álvares Cabral (Belmonte/1467 ou 1468 – 1520 ou 1526/Santarém), partiu de Lisboa em 9 de março de 1500,  ao comando da segunda armada para a Índia, com uma tripulação de experientes navegadores, como Bartolomeu Dias, Nicolau Coelho e Gaspar de Lemos, para além de padres, soldados e comerciantes. Intencional, como parece indicar a linha de repartição do Tratado de Tordesilhas, ou não, certo é que se desviou da rota para a Índia e arribou ao Brasil, após o que seguiu para a Índia a 3 de maio de 1500. Por este feito foi-lhe erguido um monumento no Rio de Janeiro e outro em Lisboa, justamente na Avenida que tem o seu nome e na Rotunda fronteira ao Liceu Pedro Nunes.

Finalmente, destacamos por ordem alfabética, os nomes de alunos do Liceu Pedro Nunes que também estão presentes na toponímia de Lisboa: Bento de Jesus Caraça, Carlos Botelho, o  Prof. Barahona Fernandes, Ribeirinho e o Ten. Coronel Ribeiro dos Reis. A que acrescem como professores desta escola, Rómulo de Carvalho ou António Gedeão e o Prof. Delfim Santos.

Freguesias da Estrela e de Campo de Ourique (Planta: Sérgio Dias)

Freguesias da Estrela e de Campo de Ourique
(Planta: Sérgio Dias)

4 thoughts on “A Avenida Álvares Cabral do Liceu Pedro Nunes

  1. Pingback: A Rua Bartolomeu Dias do Cinema Belém Jardim | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: A Rua Actor João Rosa no Bairro dos Aliados | Toponímia de Lisboa

  3. Pingback: A Rua de Casimiro Freire, o mecenas das Escolas Móveis João de Deus, no Bairro dos Aliados | Toponímia de Lisboa

  4. Pingback: A Rua Rodrigo da Fonseca do Liceu Maria Amália | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s