A Travessa de Nossa Senhora da Conceição dos Cardais

Freguesia da Misericórdia (Foto: Sérgio Dias)

Travessa da Conceição – Freguesia da Misericórdia
(Foto: Sérgio Dias)

Fixado na memória de Lisboa como Beco da Conceição passou este topónimo à categoria de Travessa no último quartel do séc. XIX, por Edital municipal de 24/04/1885, continuando a perpetuar o Convento de Nossa Senhora da Conceição  das Carmelitas Descalças.

Sobre esta artéria diz o olisipógrafo Norberto de Araújo que «abre-se o cotovelo da Travessa da Conceição, em cujo prédio da esquina do lado de baixo, morreu o grande José Estêvão Coelho de Magalhãis, em 1862, como o atesta a lápide colocada em 1909. Na outra esquina, e entre a Travessa da Conceição e Rua Eduardo Coelho, se ergue o casarão do antigo Convento dos Cardais. Foi neste edifício o Convento de N. S. da Conceição das Carmelitas Descalças (…)».

Este Convento da Conceição foi fundado em 1671 por D. Luísa de Távora (1609-1692), numas casas que possuía no sítio dos Cardais, pelo que ficou conhecido como o Convento da Conceição dos Cardais. Ela era filha primogénita de D. Álvaro Pires de Távora, o fundador do Convento dos Capuchos no caminho para a Costa da Caparica, e Comendadeira de Santiago no Mosteiro de Santos-o-Novo após ter enviuvado. Este Convento,  cujo perímetro se define nos nossos dias entre a Rua Eduardo Coelho, a Rua de O Século, a Travessa da Horta e a Travessa da Conceição, foi inaugurado no dia da Imaculada Conceição, a 8 de dezembro do ano de 1681.

O  terramoto de 1755 danificou o edifício e as religiosas passaram a viver numas barracas na cerca do Convento, pelo menos até 1758. Com a morte da última religiosa, em abril de 1876, o Estado tomou conta do convento e em 1877, foi cedido à Associação de Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos, sob direcção das Irmãs Terceiras Dominicanas, comunidade religiosa que habita o Convento dos Cardais até aos dias de hoje, estando parte definida como espaço-museu.

Freguesia da Misericórdia (Planta: Sérgio Dias)

Freguesia da Misericórdia
(Planta: Sérgio Dias)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s