A Rua de Nossa Senhora dos Remédios das Janelas Verdes

Convento de Nossa Senhora dos Remédios, na Rua das Janelas Verdes, antes de 1895
(Foto: Francesco Rocchini, Arquivo Municipal de Lisboa)

A Rua dos Remédios à Lapa, que liga a Rua da Lapa à Rua Garcia de Orta, nasceu na antiga Rua de Nossa Senhora dos Remédios, pela proximidade ao Convento do nº 118 da artéria que conhecemos como Rua das Janela Verdes.

Recuando do presente para o passado temos que foi o Edital do Governo Civil de Lisboa de 1 de setembro de 1859 que denominou Rua dos Remédios à Lapa a até aí designada Rua dos Remédios, para evitar equívocos com a Rua dos Remédios em Santo Estevão.

Antes desta data, de acordo com   Luís Pastor de Macedo, a artéria « Aparece em 1759 sob o nome de rua de Nossa Senhora dos Remédios, nome que depois se simplificou para rua dos Remédios.» Seguindo Gomes de Brito, o olisipógrafo adianta também que o nome desta artéria foi dado «em homenagem a Nossa Senhora dos Remédios, padroeira do convento de carmelitas descalços, fundado em 1582 na rua larga que vai de Santos para Alcântara (actual rua das Janelas Verdes)», também conhecido como Convento dos Marianos, que corresponde ao ano de morte da fundadora da Ordem, Teresa de Jesus. No entanto, o Convento dos Marianos dos Religiosos Carmelitas Descalços com a invocação de Nossa Senhora dos Remédios na sua igreja, sob o traçado de Filippo Terzi, apenas ficou concluído em 1606 e a igreja em 1613.

O movimento reformador da Ordem do Carmo foi iniciado em Espanha, em 1562, por Santa Teresa de Jesus e São João da Cruz, mas  em 1580 separaram-se definitivamente os Calçados dos Descalços. A nova Ordem dos Carmelitas Descalços, também conhecidos como  Frades Marianos, veio rapidamente estabelecer-se em Portugal, logo no ano de 1581, com o apoio régio de Filipe II de Espanha e I de Portugal.

O Convento dos Marianos serviu de Hospital Militar em 1856 e 1857 aquando da epidemia de febre amarela, e sucessivamente foi fábrica de velas, Igreja Presbiteriana e Igreja Evangélica Lusitânia. E na antiga cerca do Convento, no nº 2 da Rua dos Remédios à Lapa, instalou-se no primeiro quartel do séc. XX uma fábrica de pregos, acompanhando a crescente industrialização da zona nessa época.

Freguesia da Estrela
(Planta: Sérgio Dias)

 

Anúncios

One thought on “A Rua de Nossa Senhora dos Remédios das Janelas Verdes

  1. Pingback: O Cais do Tojo repartido por rua, travessa e Largo Vitorino Damásio | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s