Toponomenclatura do passado rural: as Azinhagas

Azinhaga da Cidade – Freguesias de Santa Clara e do Lumiar
(Foto: Sérgio Dias/NT)

Em Lisboa existem hoje 52 azinhagas, nas freguesias da coroa periférica da cidade que foram aquelas que se mantiveram como espaço rural durante mais tempo, como caminhos entre as suas quintas muradas, fixando nestas azinhagas topónimos derivados do nome dos sítios, das suas características, do nome das quintas próximas, do nome de moradores ou do nome de mosteiros ou das ordens que os ocupavam, sendo as freguesias de Marvila e do Lumiar as que mais azinhagas possuem no presente.

Azinhaga é uma palavra que deriva da árabe az-zinaiqa, com o significado de rua estreita e que é toponomenclatura para um caminho rústico estreito, ladeado de muros ou sebes altas, o que denota que as  as azinhagas de Lisboa são memórias da ruralidade que marcou as zonas onde se encontram.

Começando pelo norte de Lisboa, na Freguesia de Santa Clara estão 8 azinhagas: a do Beco, a dos Milagres, a da Póvoa, a do Reguengo, a do Rio [da Ameixoeira que o Intendente Pina Manique mandou desentulhar em 1781], a de Santa Susana, a da Torrinha e a Azinhaga das Galinheiras, no sítio das Galinheiras que cerca de 1950 recebeu o bairro camarário das Galinheiras para receber os desalojados dos terrenos do Aeroporto. Conta ainda com mais uma azinhaga partilhada com a Freguesia do Lumiar: a Azinhaga da Cidade.

Passando para a Freguesia do Lumiar, nela persistem mais 10 azinhagas: a de Entremuros, a da Fonte Velha, a do Frade, a do Jogo da Bola [a mencionar uma ocupação de lazer com bola que não seria ainda o futebol], a das Lajes, a da Musgueira, a do Poço de Baixo, a do Porto, a das Travessas e a dos Ulmeiros.

Azinhaga da Torre do Fato – Freguesias do Lumiar e de Carnide – Placa Tipo II
(Foto: Sérgio Dias/NT)

Mas o Lumiar tem  mais duas azinhagas que partilha com Carnide –  a Azinhaga dos Lameiros e a Azinhaga da Torre do Fato – e ainda, mais uma que reparte com Alvalade que é a Azinhaga das Galhardas.

A Freguesia de Carnide tem no seu território 8 azinhagas: a dos Cerejais, a das Cerejeiras, a da Cova da Onça, a das Freiras e a das Carmelitas- ambas referentes às monjas do Convento de Santa Teresa – , a da Fonte, a do Serrado,  e a Azinhaga da Luz, atribuída por  Edital municipal de 4 de março de 1974 ao arruamento de ligação entre a Azinhaga do Serrado e a Azinhaga das Carmelitas.

Alvalade conta com duas azinhagas – a Azinhaga dos Barros e a Azinhaga das Murtas – para além de ter a Azinhaga da Fonte do Louro partilhada com as freguesias do Areeiro e da Penha de França. A Penha de França conta ainda com a Azinhaga do Alto do Varejão.

Já a Freguesia de Marvila é a que tem mais azinhagas, num total de 11 : a dos Alfinetes, a do Armador, a do Baptista,  a do Ferrão, a da Maruja, a do Poço de Cortes, a da Quinta do Alfenim, a do Vale Fundão, a das Veigas, a Azinhaga da Troca (cujo topónimo foi oficializado pelo Edital de 24/10/1938) e a Azinhaga da Bela Vista (atribuída pelo Edital municipal de 27/11/2012 para fixar o troço ainda remanescente da azinhaga original).  Marvila reparte ainda com a Freguesia do Beato mais duas azinhagas: a do Planeta e a da Salgada.  Por seu lado, o Beato tem outras duas azinhagas: a da Bruxa e a do Carrascal (atribuída pelo Edital de 16/01/1970 para distinguir os dois troços que tinham deixado de estar ligados ficando no outro o topónimo Calçada do Carrascal).

Finalmente, na Freguesia dos Olivais, existem 3 azinhagas: a da Alagueza fixada pela memória da população, e a da Quinta das Courelas e a   do Casquilho, ambas atribuídas pelo Edital municipal de 25/07/2001, para perpetuar a Quinta de que fez parte e no segundo caso, para oficializar o topónimo pelo qual era conhecida.

Azinhaga de Santa Susana
(Foto: Rui Mendes)

 

Anúncios

One thought on “Toponomenclatura do passado rural: as Azinhagas

  1. Pingback: Lisboa do caminho, do casal, do sítio, do terreiro e do outeiro | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s