A Alameda central da borboleta do Bairro da Encarnação

Freguesia dos Olivais

A Alameda da Encarnação é o eixo principal do Bairro-Jardim da Encarnação, traçado em forma de borboleta pelo Arqtº Paulino Montez, com duas áreas simétricas que terminam no largo principal.

O Bairro Económico da Encarnação, foi construído de 1940 a 1943 numa área de cerca de 47 ha, em terrenos do então Ministério das Obras Públicas e Comunicações e inaugurado oficialmente três anos depois, em 1946. Apesar de seguir as características dos restantes Bairros Sociais ou de Casas Económicas, como situar-se fora da malha urbana da época e copiar o modelo de aldeia portuguesa com casas em vez de prédios, o Bairro da Encarnação já associava alguns princípios das cidades-jardim que então se iam construindo noutros países europeus, sobretudo em Inglaterra, como cerca de 25% da área do bairro ocupada com espaços verdes.

A Alameda da Encarnação, que une a Avenida de Berlim à Rua dos Lojistas, foi atribuída como os restantes topónimos do Bairro da Encarnação pelo Edital municipal de 15 de março de 1950, o Edital que também deu toponímia, sobretudo numérica, aos  Bairros de Casas Económicas do Alto da Ajuda, do Alto da Serafina, da Calçada dos Mestres, de Caselas e das Terras do Forno.

A Alameda da Encarnação é a via principal do Bairro da Encarnação e tem no seu topo a Igreja de Santo Eugénio (nome do Papa Pio XII: Eugénio Pacelli), consagrada em 2 de junho de 1951.

As terraplanagens para a abertura de ruas do Bairro foram adjudicadas à Societé Coloniale de Constructiore em 1941; a pavimentação e esgotos ao Engº António de Almeida Belo em 1942; a construção do quartel dos bombeiros a Ruy Miller de Magalhães em 1947; a construção de ruas de acesso ao Bairro da Encarnação a José dos Reis Sanches em 1948 e a construção do Mercado do Bairro da Encarnação foi adjudicada a Amaro & Mota, Lda. em 1961.

Freguesia dos Olivais
(Planta: Sérgio Dias| NT do DPC)

3 thoughts on “A Alameda central da borboleta do Bairro da Encarnação

  1. Pingback: O arqº Carlos Ramos numa Praça dos Olivais | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: A Rua das Escolas do Bairro da Encarnação | Toponímia de Lisboa

  3. Pingback: O Largo das Escolas do Bairro das Terras do Forno em Belém | Toponímia de Lisboa

Os comentários estão fechados.