Monumentos e sítios de Lisboa na toponímia alfacinha

Desde 1982 que o dia 18 de abril está consagrado como Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, pelo que dedicaremos este mês aos monumentos e sítios que Lisboa alberga nos seus arruamentos, bem como à forma como se  fixaram ou não na toponímia local.

A escolha dos 30 sítios resultou de uma escolha de ruas associados a locais onde se encontra património relevante e que abranjesse todas as épocas de Lisboa. Assim, de manhã, postaremos o topónimo que no seu arruamento alberga um monumento e à tarde, publicaremos uma ficha do monumento relacionado com o topónimo da manhã.  Excluem-se deste modelo a Gare Marítima de Alcântara por estar situada numa zona portuária sem toponímia atribuída pela Câmara Municipal de Lisboa, bem como a Praça da Figueira e a Praça do Comércio por serem elas próprias o monumento.

Os restantes dias do mês farão pares de topónimo e ficha de monumento, da seguinte forma:
a Avenida de Berna e a Fundação Calouste Gulbenkian;
a Avenida Brasília e a Torre de Belém;
a Calçada da Quintinha e o Aqueduto das Águas Livres;
a Calçada de Santo Amaro e a Capela de Santo Amaro;
o Largo do Carmo e o Convento do Carmo;
o antigo Largo da Esperança e o Chafariz da Esperança;
o Largo da Graça e o Convento da Graça;
o Largo da Memória e a Igreja da Memória;
o Largo de Santo António da Sé e a Igreja de Santo António de Lisboa;
o Largo de São Carlos e o Teatro Nacional de São Carlos;
o Largo de São Domingos e a Igreja de São Domingos;
o Largo de São Miguel e a Igreja de São Miguel de Alfama;
o Largo de São Vicente e o Mosteiro de São Vicente de Fora;
o Largo do Terreiro do Trigo e o Chafariz d’El Rei;
o Largo Trindade Coelho e a Igreja de São Roque;
a Praça das Amoreiras e o Reservatório da Mãe d’Água das Amoreiras;
a Praça da Estrela e a Basílica da Estrela;
a Praça dos Restauradores e o Palácio Foz;
a Rua da Alfândega e a Igreja da Conceição Velha;
a Rua dos Bacalhoeiros e a Casa dos Bicos ou de Brás de Albuquerque;
a Rua dos Correeiros e o seu Núcleo Arqueológico;
a Rua da Madre de Deus e o Mosteiro da Madre de Deus;
a Rua Rodrigo da Fonseca e o Hotel Ritz;
a Rua de Santa Justa e o Elevador de Santa Justa;
a Rua de S. Mamede e o Teatro Romano;
a Rua de O Século e o Convento dos Cardais.