A Rua dos doces Bacalhoeiros da Casa dos Bicos

Rua dos Bacalhoeiros em 1906
(Foto: Machado & Souza, Arquivo Municipal de Lisboa)

A Rua dos Bacalhoeiros que hoje encontramos a servir de morada à Casa dos Bicos resulta da junção das antigas Ruas dos Bacalhoeiros e dos Confeiteiros sob o topónimo único de  Rua dos Bacalhoeiros pelo Edital  de 1 de setembro de 1859, do Governo Civil de Lisboa, que então detinha a competência de atribuir nomes às ruas da cidade.

Rua dos Bacalhoeiros placa

Freguesia de Santa Maria Maior – Placa Tipo II                                                                  (Foto: Artur Matos)

Ambos os topónimos que deram origem à Rua dos Bacalhoeiros se inscrevem na tradição popular de designar os arruamentos da cidade pelos mesteres que neles se exerciam. Em 1755, o espaço da Rua dos Bacalhoeiros era a Rua de Cima da Misericórdia – no percurso da Rua da Padaria à Rua dos Arameiros-  mais a Rua dos Confeiteiros – a qual compreendia o percurso restante até ao Campo das Cebolas. Refira-se que as lojas de confeiteiros eram 7 em 1760 e passados 76 anos,  em 1836, eram já nove.

A Rua de Cima da Misericórdia nasceu no começo de Quinhentos, quando ali se ergueu a Igreja do Recolhimento da Misericórdia. Depois do terramoto, segundo o olisipógrafo Luís Pastor de Macedo, teve muitas designações, a saber: Rua Direita da Ribeira, Rua da Misericórdia da parte de Cima, Rua da Misericórdia de Cima, Rua de Cima da Conceição dos Freires, Rua da Conceição da parte de Cima, Rua da Conceição dos Freires da parte de Cima, Rua Direita dos Freires da parte de Cima, Rua Direita da Conceição dos Freires da parte de Cima e Rua dos Confeiteiros.

A Rua dos Confeiteiros foi identificada sucessivamente como Ribeira, Rua da Porta do Mar, a seiscentista Rua Direita da Ribeira, Rua da Ribeira e, a partir do começo do séc. XIX, como Rua dos Bacalhoeiros, situação que o Governo Civil de Lisboa acabou por formalizar em 1859.

Freguesia de Santa Maria Maior
(Planta: Sérgio Dias| NT do DPC)

#EuropeForCulture

 

Anúncios

One thought on “A Rua dos doces Bacalhoeiros da Casa dos Bicos

  1. Pingback: A Rua do pintor oitocentista José Rodrigues | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s