Os 5 tipos de placas toponímicas de Lisboa

[veja também a atualização de 2014: com 6 tipos de placas]

Em Lisboa, de acordo com a Postura Municipal sobre Toponímia e Numeração de Polícia, estão previstos 5 tipos de placas toponímicas :

Tipo I – Pintada directamente nas fachadas dos prédios, a preto com letras brancas, ou em azulejo clássico, para os arruamentos de bairros típicos da capital, como    Alfama e Castelo.

Beco do Belo 0

Tipo II – Placa de pedra com letras pretas fixadas nas fachadas dos prédios, para os diversos arruamentos.

Rua Silva e Albuquerque p

Tipo III – Placa de pedra com letras pretas ou douradas, de   tipo romano, fixadas com pregos metálicos bronzeados, para os arruamentos da Baixa Pombalina.

Rua do Comércio Tipo III

Tipo IV – Placa de pedra com letras pretas, assente sobre pilar , para os arruamentos onde não existem prédios de gaveto nos pontos de acesso.

rua jorge amado p

Tipo V – Placa em azulejos com bordadura a rectângulos esquartelados a preto e branco e encimados pelos brasão da cidade, como sucede sobretudo, em arruamentos da Ajuda e Caselas.

PENTAX Image

Coexiste ainda no espaço urbano de Lisboa uma placa de azulejo, de fundo branco e letras e filete azul, que foi muito difundida a partir dos anos 30 do século XX em várias zonas da cidade como o Bairro Alto ou Campo de Ourique  e que, na década de 50, se estendeu aos bairros sociais.

Rua Marcos Portugal

Também os 102 topónimos do Parque das Nações (oficializados pelo Edital de 16/09/2009) possuem um tipo de placa metálica, de fundo azul com letras brancas, que sobrevive desde a realização da Expo 98.

expo0

Anúncios