Pioneiro da publicidade portuguesa na Toponímia de Lisboa

Placa Tipo II

Placa Tipo II

Manuel Martins da Hora, o fundador da primeira agência de publicidade portuguesa na qual criou o Concurso Bebé Nestlé, dá nome a uma rua alfacinha, que antes era conhecida como a Rua A da Quinta de São João Baptista, desde a publicação do Edital de 24/09/1996, correspondendo assim a edilidade lisboeta a um pedido da agência de publicidade McCann, herdeira da Agência Manuel Martins da Hora.

Manuel Martins da Hora (Lisboa/20.03.1896-17.07.1981/Lisboa), o pioneiro em Portugal desta área, entrou para a Toponímia alfacinha há quase 17 anos e criou a sua empresa há 86 anos, a Manuel Martins da Hora Ltd.ª, em 1927, começando por trabalhar para um importante cliente da época: a General Motors. Instalou a sede na Rua da Prata e granjeou as campanhas publicitárias das lâminas Gillete,  das pastilhas Rennie e da  Kodak.

Na década de 30 do século XX, Manuel Martins da Hora redigia ele próprio os textos publicitários, fazia a composição de anúncios e ainda tratava da compra de espaço publicitário em diversos meios. Contudo também teve como colaboradores Fernando Pessoa, para a criação de slogans e, Fernando Pessa para a locução de trabalhos para rádio, sendo por exemplo, de Fernando Pessoa o anúncio «Uma cinta Pompadour, veste bem e ajuda sempre a vestir bem».

Com a II Guerra Mundial a publicidade passou por um período de inatividade e Manuel Martins da Hora trabalhou para a Embaixada Britânica e dos Estados Unidos da América, em Lisboa, a traduzir os noticiários sobre o desenrolar dos acontecimentos da guerra nos diversos  lados do mundo e que recebia via rádio. Após o fim do conflito Manuel Martins da Hora dedicou-se, novamente em exclusivo, à publicidade, registando a sua agência de publicidade em 1947.

Ao longo dos anos a agência de Manuel Martins da Hora teve como clientes marcas como a Colgate Palmolive, a Alka Seltzer, a Pan America ou os sabonetes Lux, com Jane Russel ou Amália a publicitarem que os usavam, a que somaram também a Dymo, a Royal, a Boca Doce, a Elizabeth Arden, as lâminas Schick, a Chiclets ou a Tampax. Trabalharam ainda para Bayer, com campanhas para a Aspirina ou a Adalina, para a Ovamaltine, a margarina Vaqueiro e o lançamento das Selecções do Reader’s Digest.

na Freguesia da Ameixoeira - futura Freguesia de Santa Clara

na Freguesia da Ameixoeira – futura Freguesia de Santa Clara

One thought on “Pioneiro da publicidade portuguesa na Toponímia de Lisboa

  1. Pingback: A Rua Helena Vaz da Silva, do Centro Nacional de Cultura e do Instituto Português de Cinema | Toponímia de Lisboa

Os comentários estão fechados.