A rua com pó de Paião

Freguesia do Parque das Nações (Foto: Sérgio Dias)

Freguesia do Parque das Nações
(Foto: Sérgio Dias)

Viva o Santo António, viva o São João!
Viva o 10 de Junho e a Restauração!
Viva até São Bento, se nos arranjar!
Muitos feriados para festejar!

é o refrão da Marcha do Pião das Nicas, da autoria de Carlos Paião, que junto com outros seis artistas deu nome aos arruamentos de um bairro da Freguesia do Parque das Nações no ano de 1998.

No ano seguinte, no dia 7 de maio, nasceu oficialmente em cerimónia pública o Bairro do Oriente, para crismar o antigo Bairro dos Retornados  e, a Rua Carlos Paião nascida do Edital de 24/06/1998 tomava o lugar da Rua D do Bairro dos Retornados. As restantes artérias antes designadas também apenas por letras passaram a ostentar nas suas placas toponímicas os nomes do cantor António Variações, dos homens de palco Mário Viegas e Carlos Daniel, do compositor Jaime Mendes, do desenhador Fernando Bento e do Palhaço Luciano.

O médico Carlos Manuel de Marques Paião (Coimbra/01.11.1957 – 26.08.1988/Rio Maior) resolveu dedicar-se em exclusivo à música e a palmilhar este país de lés a lés com êxitos como Play – Back, Pó de Arroz e Cinderela e, produziu mais de meio milhar de cantigas, sendo autor das músicas e das letras.

Em 1978, com 21 anos, já tinha feito mais de duzentas canções e venceu o Festival da Canção do Illiabum Clube, tendo logo em 1981 vencido com uma pontuação estrondosa o Festival RTP da Canção com a sátira Play-Back. Em 1984, para Herman José, compôs todas as músicas e letras de Serafim Saudade, para o programa Hermanias.

Carlos Paião também compôs inúmeras músicas para outros artistas, como Alexandra, Amália, António Mourão, Cândida Branca Flor, Joel Branco, José Alberto Reis, Lenita Gentil, Mísia, Nicolau Breyner, Nuno da Câmara Pereira, Octávio de Matos, Pedro Couceiro, Rodrigo e Vasco Rafael, entre outros.

Placa Tipo IV (Foto: Sérgio Dias)

Placa Tipo IV
(Foto: Sérgio Dias)

Rua Carlos Paião

Advertisements

3 thoughts on “A rua com pó de Paião

  1. Pingback: O Dia Mundial do Teatro pelas ruas de Lisboa | Toponímia de Lisboa

  2. Pingback: Música na Toponímia de Lisboa | Toponímia de Lisboa

  3. Pingback: O compositor do «Fado da Sina» no Bairro do Oriente | Toponímia de Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s